Stories

  • A visionária Coco Chanel

    5 de setembro, 2017

    coco chanel

    Visionária para seu tempo, Gabrielle “Coco” Chanel ajudou as mulheres a se libertarem e se prepararem para uma moda do mundo moderno. Coco criou o “pretinho básico”, popularizou as pérolas e invadiu o closet masculino. Quem não conhece o perfume Chanel n.5, o casaqueto Chanel e a bolsa com alça de correntes? A francesa se tornou um ícone de moda inesquecível e criou uma das marcas de luxo mais renomadas. Reconhecida por sua personalidade forte, Gabrielle apostava na elegância simples, proporcionada por pequenos detalhes. “Deixamos muita preocupação de lado quando decidimos não ser uma coisa, mas alguém” defende Coco.     Quem estuda mais profundamente sua biografia percebe que há uma lacuna durante o período da Segunda Guerra Mundial, o jornalista Hal Vaughan em seu livro “Dormindo com o inimigo” desvenda esse mistério e explica mais sobre o envolvimento de Chanel como colaboradora de atos oficiais nazistas entre 1941 e 1944. De ícone da alta-costura a colaboradora oficial da agência de inteligência alemã é no mínimo uma história intrigante. Muitos livros contam mais sobre a história desse grande ícone de moda, seguem algumas dicas: Dormindo com o inimigo: A guerra secreta de Coco Chanel – Hal Vaughan It Girls –…

  • Óculos personalizados Lunetterie

    23 de novembro, 2016

    oculos-1

    Para os míopes nem sempre é fácil escolher “aquele óculos” que mais combinam com seu estilo. Foi pensando nisso que a Lunetterie resolveu ter como um de seus pontos chave a personalização de óculos. A grife carioca fornece diversas opções de formatos e de cores para que o cliente possa montar o modelo que quiser.     As cores são pintadas à mão pela própria equipe de criação da Lunetterie e permite que sejam feitas criações exatamente segundo o gosto pessoal. Há as icônicas ilustrações de pontos do Rio de Janeiro, poás e qualquer tipo de desenho criativo que seja pensado pelo futuro dono dos óculos. As opções vão desde mistura de cores e estampas, incluindo flores, desenhos (como o modelo criado pela empresa para homenagear o Rio de Janeiro em apoio ao movimento “Rio Eu Amo, Eu Cuido”) e estampas, seja em toda a armação ou apenas nas hastes.   A cada modelo customizado, o cliente tem um óculos feito por ele, exclusivo no mundo.       Lunetterie www.lunetterie.com.br

  • As meninas

    26 de julho, 2016

    img_7606.jpg

    Do talento de uma garotinha que customizava suas próprias roupas, nasceu a marca As Meninas. Deborah Martinho tinha apenas 7 anos de idade quando pediu de presente uma máquina de costura (de brinquedo) e foi ali, quase de brincadeira, que começou sua trajetória na moda. Após uma bem-sucedida carreira como modelo, atuou como representante de vendas, até decidir abrir sua própria confecção, em 1999; desde então, sua marca As Meninas já atendeu diversas lojas conceituadas no mercado nacional, produzindo peças de alto nível para atacado. “Quem são As Meninas? Somos todas nós, meninas quase mulheres, e mulheres com alma de meninas, que se identificam com um estilo charmoso e antenado, e que não abrem mão de se sentirem bem, lindas e libertas dos paradigmas da  moda.” define Deborah O must have da marca são as blusas traspassadas e soltinhas e as saias midi com corte irregular. As meninas tem blusas e saias com a mesma estampa, o que permite fazer várias combinações entre as peças.  www.instagram.com/estiloasmeninas www.estiloasmeninas.com

  • Estelle, as sapatilhas dobráveis

    13 de julho, 2016

    estellecapa

    Confortáveis e práticas além de super versáteis, as sapatilhas são as queridinhas das mulheres. Elas foram inspiradas nos calçados das bailarinas e a cada nova temporada os modelos se renovam. Estelle Desmarais nasceu na Ilha Maurício mas também se considera francesa, em 2012 a mauriciana chegou ao Rio de Janeiro e percebeu que era difícil encontrar uma sapatilha confortável, simples e em couro por aqui. Foi assim que ela resolveu criar a Estelle, sua marca de sapatilhas dobráveis feitas em couro. “Não gosto de sapatilhas em PU com strass, prego… E gosto de sapatilha cavada que fica bem mais feminina. Além disso percebi que ainda não tinha no mercado uma sapatilha dobrável vendida num saquinho fofo que não seja de elástico. Então resolvi criá-la!” explica Estelle.   As sapatilhas são feitas de couro e se dobram para não perder espaço na bolsa. Além disso ela vem com 2 sacos pequenos para armazenar além delas, o salto. Super fofas e confortáveis elas prometem virar tendência entre as cariocas.     Onde encontrar: Lutsy – Galeria secreta Ipanema e na loja virtual www.myestelle.com

  • House of Queens

    11 de julho, 2016

    hoq

    No meio da Visconde de Pirajá está a House of Queens, como o próprio nome diz, lá as clientes de sentem comprando  peças únicas. As roupas são criadas pela designer Chantale. Filha de uma estilista e um empresário, a marca surgiu em 2012 depois de um sonho de criança, quando ela ficava sentada no chão da fábrica dos pais e enquanto eles produziam suas roupas de couro, ela desenhava vestidos para suas Barbies.     “Ela tem menos bumbum, ela mais coxa, aquela um braço fino, outra tem mais busto. Aqui não tem padrão. Cada corpo veste diferente. E por isso decidimos criar peças que não seguem modelagens que vestem um tipo de corpo. Valorizamos as estampas e os corpos. Com uma dose de muito charme.” assim é como Chantale define a HOQ. Todos os editoriais e campanhas de marketing da House são criados com modelos reais, amigas e clientes que gostam da marca e que querem um dia de princesa. As peças são desenvolvidas pensando na atemporalidade. Vestidos, macaquinhos e camisas que possam ser usadas sempre, que não cansem, e que possam acompanhar vários momentos especiais.   Vivendo em um mercado de produção em massa, um consumo acelerado e vendo um público…

  • Fashion Film com Doug Clayton

    3 de julho, 2016

    imagem destacada Doug_Clayton_FashionFilm

    A maior parte das novas campanhas de moda ultrapassam 1 minuto e muitas vezes apresentam um novo produto, conceito ou tendência através de histórias até mesmo com continuação, como o icônico Teaser Chanel Number 5 de 2014. Aqui no Brasil as marcas não se distanciam mais em nada das internacionais em termos de investimentos em campanhas publicitárias no ramo da moda. O cineasta Doug Clayton recentemente ministrou seu segundo workshop “Fashion Film” no Instituto Rio Moda, onde apresentou aos participantes os conceitos do fashion film e de seu mercado no Brasil; além de discutir todo o processo de desenvolvimento de um filme dentro da realidade do mercado de moda nacional.   “Essa troca com os alunos é importantíssima pela evolução cada vez mais crescente do filme campanha, o que representa o conceito de uma coleção. O mercado brasileiro dos Fashion Films ainda é muito novo e conservador, mas a cada coleção as produções vão ganhando espaço dentro da estratégia de comunicação das marcas. Hoje é inimaginável uma marca de peso não produzir um filme em paralelo a campanha fotográfica, e muitos deles acabam sendo usados em mídias tradicionais como TV aberta”, diz o diretor londrino formado em Cinema pela UEA (Universidade de…

  • Lunetterie

    1 de julho, 2016

    vitrineipa

    Míope desde os 6 anos, decidi assumir minhas grossas lentes de 5,25 graus e apostar nos óculos chamativos (já que é para usar, que sejam os menos discretos!). Um dos primeiros óculos que marcou minha infância foi um Lunetterie vermelho, que eu amava. Muitos anos se passaram e agora temos uma parceria que será de muito sucesso, sempre atrás das últimas tendências. A Lunetterie foi fundada em 1977 e, hoje em dia, conta com um acervo super completo de marcas nacionais e internacionais (como Fendi, Dior e Tom Ford) de óculos de grau, sol e maquiagem. Outro diferencial se refere aos modelos de fabricação própria, customizados à mão, misturando cores e texturas de acordo com a vontade do cliente.  Além disso, detém as marcas Lunetterie Enfant, para armações para crianças de 2 a 10 anos, e Lunetterie Sportif, voltada para quem pratica atividade esportiva; além de ser embaixadora das grifes Cartier e Mykita. “A técnica e a precisão com que são feitos os óculos da Lunetterie asseguram a qualidade que preservamos há décadas”, afirma Dick Reis, o fundador da marca que conta até mesmo com modelos de vanguarda, criados para lançar moda e enfeitar os rostos dos fashionistas de plantão. Apoiadora da cultura, a Lunetterie é a ótica preferida de artistas…

  • Tulli, lingerie para mulheres reais

    16 de março, 2016

    Captura de Tela 2016-03-10 às 08.47.47

    O seu corpo como ele é, essa é a proposta da marca de lingerie Tulli.Me, com um mercado da moda cada vez mais evoluindo para a aceitação de perfis mais “reais” em suas campanhas e desfiles, passamos a nos sentir cada vez mais incluídos e tentados a comprar em marcas que representam nossa cor de cabelo, nosso tipo físico etc. A modelo ultra definida, com o cabelo liso e loiro não nos faz querer comprar o que ela está usando para sermos como ela é; e sim as que representam nossas imperfeições, gordurinhas e especificidades que nos fazem sermos nós mesmas. Assim são as campanhas da Tulli, marca carioca de moda íntima criada em 2012, com foco em lingerie, que incentiva a autoaceitação, o conforto e a beleza sem padrões. A marca cria peças confortáveis e delicadas para todas as mulheres, independente de seus tipos físicos e suas múltiplas identidades. Para as idealizadoras da marca a ideia de que a renda e as transparências devem ser guardadas para ocasiões especiais foi descartada, e esses detalhes viraram características das peças para serem usadas quando você quiser. Os editoriais da marca sempre são estrelados por mulheres com corpos reais, geralmente clientes da…

  • Arte da pintura em lenços de seda

    17 de fevereiro, 2016

    Captura de Tela 2016-02-17 às 19.50.16

    A arte da pintura em telas é transportada para lenços de seda, no atelier da artista plástica Christiane Grigoletto. A arte está presente em sua vida desde cedo, aos sete anos ela começou a fazer aulas de artes e nunca mais parou de pintar. Formada em Artes Plásticas na PUC-Campinas, na década de 90 Chris entrou em contato com a estamparia, em aulas de desenvolvimento de colação para indústria têxtil, mas acabou se dedicando a maior parte dos anos a telas e colagens sobre papel. “Foram muitas criações exclusivas para clientes e escritórios de arquitetura, inúmeras obras para empreendimentos corporativos, exposições nacionais e internacionais e, no segundo semestre de 2015, a vontade de estampar voltou! Fiz um pequeno curso de reciclagem e vi que essa vontade voltou com tudo e pra ficar! Simplesmente me apaixonei pela arte de estampar seda! E isso, somado a 25 anos de arte, fica ainda melhor!” comenta a artista pástica. Ela escolheu desenvolver um novo trabalho com lenços, por serem um acessório muito charmoso, versátil e sedutor; ela queria sair do padrão do dia a dia e inovar com esses acessórios personalizados. “Gosto de criar as minhas estampas pensando na paleta de cores. O resultado…

  • Vivendo em um mundo de estampas

    3 de fevereiro, 2016

    12650659_1226982347316779_296028362_n

        Num mundo da moda cada vez mais ornado de estampas, muitas vezes paramos para pensar de onde elas surgem e quem tem tanta criatividade para desenvolver tamanha diversidade delas e tão distintas umas das outras. Esse é o trabalho da designer Camilla Cortazio, que tem 26 anos e é formada em Design de Moda pelo Senai/CETIQT. Na época em que se formou em 2012, Camilla trabalhava como vitrinista, e gostava de sua função principalmente por poder “botar a mão na massa”, mexer com tintas, sprays, tecidos, e o que mais ela aparecesse. Depois de dois anos com vitrinista, foi se aproximando cada vez mais das artes gráficas e da fotografia: frequentou cursos nessas áreas e trabalhou por mais de um ano como designer gráfica de um ecommerce. “Pensando em qual área eu poderia unir todas essas paixões – moda + fotografia + artes gráficas -, a Estamparia foi o resultado ideal desta soma. Aí, em 2014, eu me inscrevi para a Pós Graduação em Estamparia, também no Senai/CETIQT, e me formei agora no fim de 2015.”, conta Camilla.   Sobre a escolha de trabalhar com design de estampas Segundo a designer, após optar por trabalhar com estamparia, o universo…

Raquel P. Fejgiel

Criei o blog em 2014, com a intenção de escrever sobre moda, gastronomia, lifestyle, beleza e viagens. Sou formada em Jornalismo na UFRJ, Produção de Moda pela Puc-Rio e Branding no IED Rio. Entre vários cursos que fiz na área de moda estão alguns como "Marcas que fazem a Moda no Rio" na Casa do Saber, Personal Stylist e Jornalismo de Moda no Instituto Rio Moda.

See more

Most Read

Newsletter

Advertising