• Liberdade na moda

    6 de setembro, 2016

    fotocapa

    O começo de 2016 abalou o mundo da moda com o surgimento dos conceitos de plurissex, genderless, gender-bender e agender, termos modernos que atualizam o antigo conceito de unissex. O modelo Jaden Smith começou a fazer sucesso esse ano, usando roupas femininas da coleção de verão 2016 da Louis Vuitton e foi adotado como uma das personalidades queridinhas da nova temporada da marca; inclusive ajudando a atualizar o conceito de liberdade na moda, que já havia surgido em 1920 com Coco Chanel.


    jadenalta

     

    A estilista Chanel introduziu o guarda-roupa masculino no feminino, passando a tornar as vestimentas masculinas como sendo peças aceitas socialmente no figurino feminino. Inspirando-se nos looks esportivos e de trabalho dos homens ela utilizou por exemplo o tweed, tecido muito usado em roupas para homens, na confecção de roupas femininas, como é o caso do tailleur(cardigã sem gola feito de tweed).

    tailleurchanel

    Depois de Coco, em 1966, Yves Saint Laurent inaugurou a Rive Gauche prêt-à-porter com seu terno desenhado para um corpo feminino, e em 1967 Yves levou à passarela seu primeiro smoking para mulheres e assim fez história.

    tailleurysl

    A recente campanha de Dia dos Namorados da C&A “Dia dos Misturados” utiliza como ponto principal a liberdade no amor, relacionando-a com a liberdade na moda. Na propaganda, quando os casais se beijam, é como se eles se misturassem, a roupa do homem passa para a mulher e vice-versa; representando essa liberdade de opção, onde ambos os sexos podem usar as mesmas vestimentas.

    campanha ce

    Na moda, esse movimento genderless, ou sem gênero ocupa lugar tanto nas roupas quanto nas passarelas, até mesmo com a participação de modelos andrógenos ou transgÊneros em desfiles e campanhas. Nesse ano e no ano passado, entre a lista de peças mais desfiladas na temporada de Inverno internacional, a alfaiataria masculina com corte mais feminino foi uma aposta de várias marcas como Jil Sander, Calvin Klein, Paul Smith e Ports 1961. A grife Gucci, por exemplo, no desfile masculino do inverno 2016, colocou homens e mulheres vestindo as mesmas roupas, dificilmente identificáveis pelo sexo.

    gucci e ports 1961 inverno 2016

     

    Várias marcas brasileiras estão investindo em roupas genderless, como a J541A que tem em seu DNA peças feitas para serem usadas por ambos os sexos.  As campanhas da marca catarinense exprimem uma liberdade para “ser você mesmo”.

    4i7a3477
    Foto Susana Pabst

    ” Eu acredito que está chegando o tempo em que a roupa será a expressão de arte mais acessível a todas as pessoas, e não só mais uma obrigação social e comportamental. Com isso, o pano que está sobre o corpo, vem demonstrar suas características mais honestas, sem máscaras, tirando os julgamentos do que é ser feminino ou masculino por completo” comenta Jaison Manoel designer e dono da J541A.

    img_8417
    Foto Henrique Monteverde

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Referências Bibliográficas

    http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2016/01/04/16/2FCA391100000578-0-image-m-12_1451924284514.jpg

    http://files.roberta-guerreiro.webnode.com/200000344-86cda87c62/chanel_parker_avedon-thumb-400×550.jpg

    http://s2.glbimg.com/kykZ2lv2CNMMuVm3-Cpg9xFjovM=/620×0/top/s.glbimg.com/jo/eg/f/original/2016/05/20/casal_04.jpg

    http://www.meioemensagem.com.br/wp-content/uploads/2016/05/Dia-dos-Misturados-CeA.jpg

    http://ffw.com.br/desfiles/milao/inverno-2016-rtw/gucci/1484373/colecao/2/

    http://www.kotziastecidos.com.br/fmanager/kotzias/blogs/imagem13_1.jpg

    http://ffw.com.br/desfiles/milao/inverno-2017-rtw/ports-1961/1577066/

Raquel P. Fejgiel

Criei o blog em 2014, com a intenção de escrever sobre moda, gastronomia, lifestyle, beleza e viagens. Sou formada em Jornalismo na UFRJ, Produção de Moda pela Puc-Rio e Branding no IED Rio. Entre vários cursos que fiz na área de moda estão alguns como "Marcas que fazem a Moda no Rio" na Casa do Saber, Personal Stylist e Jornalismo de Moda no Instituto Rio Moda.

See more

Most Read

Newsletter

Advertising